A Casa do Povo?

A Casa do Povo?

1110
1
Compartilhar

Perde a democracia, cada vez que um episódio como o registrado ontem na Câmara Municipal de Bauru acontece. A pedalada coletiva para acelerar a votação do Projeto das Festas Clandestinas é um daqueles momentos onde muita gente questiona a representatividade através do voto.

A sessão mais rápida do oeste se igualou a outros momentos de “passa moleque” como as famosas sessões realizadas na calada da noite para que os vereadores no passado aumentassem seus próprios salários, ou uma mais recente quando uma inversão de pauta deixou a ver navios servidores público municipais que eram contrários às Parcerias Público-Privadas.

A gente ainda fica surpreso, mas é só puxar pela memória que a realidade vai jogar na nossa cara que esse expediente acontece com mais freqüência  do que gostaríamos de admitir. Uma curiosidade que acredito deva ser comum à grande maioria das pessoas é saber qual o expediente para se livrar das pressões no legislativo. Não dessa pressão pública, escancarada, onde dá pra olhar nos olhos de quem está buscando aquilo que acredita ser melhor para si e para a comunidade.

Mas aquela pressão que não aparece, a enrustida, que vem por caminhos silenciosos e que a grande maioria não vê e que muitos nem sabe que existe. Estamos falando de pressões que fazem andar ou parar projetos. Que delimitam o que pode e o que não pode ser assunto. Que mandam enterrar investigações por excesso de provas.  A lei das festas é mais uma daquelas que em pouco tempo pode ser relegada à mesma desimportância da lei da focinheira, do tempo de espera na fila do banco, da lei do silêncio. Mas ela vai marcar sem dúvida essa legislatura como aquela que enterrou de vez o significado que historicamente se dá ao legislativo. Por que a Câmara hoje pode ser tudo, menos a Casa do Povo. Oremos.

Imagem ilustrativa./ Foto: Reprodução/ isensations.blogspot

1 comentário

  1. Caro Tizoco:
    Várias vezes me questionei: pra quer serve Assembleia Legislativa, Camara Municipal e Senado?
    Só pra juntar vagabundos que adoram uma Teta gorda para mamarem.
    Não sei onde esse país vais parar.
    Oremos, mais com muita fé ….
    Abraço
    Celso

Deixar uma resposta