Copa do Mundo 2018

139

Parece que foi ontem. Ficamos atordoados e envergonhados com os 7 a 1 da Alemanha. Veja no entanto como tudo passa. Já não sentimos nada e estamos comemorando por antecipação a classificação para 2018 na Rússia. Se tivesse um troféu o Brasil já poderia ser proclamado campeão das eliminatórias sul americanas.

A briga ainda está acirrada. Além dos tradicionais Uruguai e Argentina, temos Colômbia, Chile e até Peru e Paraguai podem chegar lá. Está tudo embolado. Dessa nós já escapamos. Méritos para o técnico Tite, que por sorte ou competência, sei lá, levou a seleção brasileira ao primeiríssimo lugar.

Na Europa a única equipe até o momento em que escrevo a coluna que já está classificada, além da Rússia, anfitriã, é a Bélgica. Sem medo de errar, acrescento a Alemanha. Com certeza o time campeão de 2014 chega fácil.
Na Ásia, Japão e Irã já estão garantidos e na Concacaf, o México está garantido e Estados Unidos e Costa Rica devem completar os três classificados.

No continente africano classificam-se diretamente cinco equipes. Quatro já estão definidas: Nigéria, Costa do Marfim, Tunísia e Uganda. Burkina Faso, Senegal, África do Sul e Cabo Verde estão brigando pela quinta vaga.
Resumindo, teremos 32 equipes na Rússia, lutando pelo título de campeão do mundo. Na América do Sul classificam-se diretamente quatro equipes. A quinta colocada joga com o campeão da Oceania, que sempre é a Austrália.

Na Europa classificam-se diretamente nove equipes e quatro vão para repescagem. Na África serão cinco clubes diretos. Na Ásia serão quatro diretamente e um na repescagem.

Os grandes campeões estarão em ação: Brasil com cinco títulos, Alemanha e Itália com quatro. Seria providencial uma nova conquista brasileira, para se distanciar dos concorrentes e passar a hexa campeão do mundo. Que tal?

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here