Nenhum jogador hoje leva torcedor ao campo

Nenhum jogador hoje leva torcedor ao campo

0
Compartilhar

Estou assistindo pela Televisão o jogo do Palmeiras contra o Linense (4×0) e num determinado momento o comentarista elogia o Palmeiras. É hoje o melhor time do Brasil. Diria até o melhor time sul-americano.

Fiquei pensando. Não é que ele deve ter razão. O nível de qualidade hoje em dia está tão baixo, com exceção das megas equipes européias, que a afirmação do analista pode ser verdadeira.

Há alguns anos atrás quando a gente ia ver um jogo sempre tinha jogadores que atraiam os torcedores aos estádios. Eram figuras mágicas, respeitadas, que pairavam muito acima do que vemos hoje.

Escolha um período, escolha um time, muitas vezes até do Interior. Lá estavam os chamados craques. Se era o São Paulo tinha Mauro, Bauer, Canhoteiro. Se quiser mais recente tinha Gérson, Pedro Rocha. Em outros tempos, Miler, Dias…

O Palmeiras tinha um Ademir a Guia, Dudu, Julinho. No Corinthians Cláudio, Luizinho, Gilmar. E no Santos? Pelé, Zito, Coutinho…

Nos clubes do Interior víamos Lorico, Toninho Guerreiro, Sócrates, Bazzani, Dicá, Careca.

A gente ia prá campo e via realmente verdadeiros craques, mágicos da bola, futebol maravilhoso. Desde os anos 50 até os anos 90 ainda pudemos ter realmente muitos motivos para ir ver um jogo de futebol. Os nomes dos craques nos arrastavam para os jogos.

Sinceramente: Quem tem algum jogador que possa levar hoje em dia um torcedor para o estádio? Vou ver o fulano! Não tem mais. O fulano agora só na Europa e olhe lá hein!

Nenhum time hoje, mas nenhum mesmo tem um jogador, um só, que possa nos motivar a dizer: Vou ver o jogo por causa dele.

Sem comentários

Deixar uma resposta