Renan Calheiros é afastado da presidência do Senado

Fonte: g1

Na noite desta segunda-feira (5), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu liminar (decisão provisória) para afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado. Apesar da decisão, ele mantém o mandato de senador.

O ministro atendeu a um pedido realizado pela Rede Sustentabilidade alegando que como Renan Calheiros virou réu no Supremo, ele não pode continuar no cargo, pois está na linha sucessória da Presidência da República.

Renan Calheiros ainda pode recorrer ao plenário do Supremo. Além disso, a ação será analisada pelo plenário da Corte mesmo sem o recurso do peemedebista, mas isso ainda não tem data para ocorrer. Com o afastamento do peemedebista da presidência, o senador oposicionista Jorge Viana (PT-AC), primeiro-vice-presidente do Senado, assumirá o comando da Casa.

Na semana passada, o plenário do Supremo decidiu, por oito votos a três, tornar Renan réu pelo crime de peculato (apropriação de verba pública).

Foto: Reprodução Internet
Foto: Reprodução Internet

Sem comentários

Deixar uma resposta