Sérgio Cabral recebeu mais de R$ 122 milhões em propina de empresas de ônibus

71

Texto/Fonte: Portal UOL

Investigações da Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato que mira a
cúpula do transporte coletivo no Rio, apontam que o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) recebeu R$ 122,8 milhões em propina entre 2010 e 2016.

Segundo o Ministério Público Federal, a organização criminosa que teria atuado de 2007 até os dias atuais no setor de transportes no Estado foi responsável pelo pagamento de mais de R$ 260 milhões a políticos e agentes públicos.

A Polícia Federal cumpriu nove mandados de prisão preventiva, três, de prisão temporária e 30 de busca e apreensão, nesta segunda-feira (3), na nova fase da Operação Lava Jato.

A Operação Ponto Final, que conta com a participação de 80 policiais federais, teve as ações autorizadas pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. O MPF diz que depoimentos confirmaram pagamentos de propinas nos moldes realizados pelas empreiteiras, só que dessa vez no transporte público com o objetivo de garantir tarifas e contratos com o governo do Rio.

Foto: Reprodução/R7/ José Lucena/03.07.2017/Futura Press/Folhapress

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here