Vinte anos de escândalos e os mesmos bandidos impunes

78

Uma notícia velha, datada de 1.997 e dando conta do escândalo da compra de votos no congresso para o projeto da reeleição de FHC é o retrato pronto e acabado do quanto o país rodou nos últimos anos sem sair das mãos das mesmas velhas raposas políticas que continuam dando as cartas. Seja pessoalmente ou por seus prepostos em vários segmentos.

A notícia estampada em jornais da época davam conta da operação abafa que já estava em curso para evitar problemas ao governo tucano e quem aparecia nas fotos e citações: Temer, então presidente da Câmara. Eliseu Padilha e Iris Resende caciques de outrora e de agora barganhavam e ganhavam ministérios para que não fossem criados problemas durante as investigações no legislativo, que ainda contava com a desenvoltura de Geddel Viera Lima que até pouco tempo respondia pela articulação política do governo de Michel Temer.

Interessante é que naquele período, ao contrário do que se possa imaginar, o Brasil já dispunha de Policia Federal e Ministério Público, embora não fizessem muita diferença, visto estarem amarrados ao pé da mesa dos ministros da justiça e de engavetadores gerais da república. Vinte anos depois, ainda vivemos sob o domínio dos mesmos honoráveis coronéis: ACM deixou seu neto. Cesar Maia nos brindou com o prodigioso Rodrigo (Botafogo), Lobão tem seu Lobinho… Sarney toda sua prole de Rosana a Sarney Filho. Renan Calheiros com seus infinitos processos passa o bastão ao Filho que já e governador. Nesse tempo também se juntaram a eles as vestais do PT, PSDB e vários outros Ps que em seus discursos vendia a garantia de moralidade que nunca tiveram. E assim vamos entre juniors, filhos e bastardos, eternizando o domínio oligárquico sobre o falido condomínio Brasil. Oremos.

Foto: Reprodução/ Internet

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here