Escrito por em 21/08/2020

O Espaço Cultural Leônidas Simonetti apresenta a Exposição “Coletaneas”
Artista plástico: Gennarini Calabrese

Aos 70 anos, Gennarino Calabrese (Rino) dedica-se a arte da marchetaria.

Muito difundida nos Estados Unidos, Canadá e países da Europa, a técnica consiste em juntar pequenas peças de madeira sobre uma base e assim, formar uma figura. Parece muito simples, mas na verdade a marchetaria exige mãos habilidosas, além de alguma intimidade com a madeira e muita paciência.

Com as pequenas peças o artista Gennarino faz quadros belíssimos, que deixam transparecer não só o cuidado com quem foram criados, mas também, toda beleza e delicadeza da madeira.

“Acho a madeira o material mais nobre que existe. De qualquer forma que a gente à trabalhe ela sempre nos retribui em beleza.”, declara o artista que teve seu primeiro contato com a técnica por intermédio de seu pai.

Para fazer a marchetaria, são utilizados vários tipos de madeira como marfim, mogno, imbuia entre outras. O primeiro passo é desenhar o motivo que se deseja cortar e daí por diante só mesmo a habilidade, a criatividade e a paciência de cada um é que podem influenciar no resultado final. Os quadros são sua maior prova.

Para se ter ideia de como a busca de um artista pela perfeição de sua obra não tem limites, Gennarino começou seu trabalho em marchetaria com motivo simples, desenhando flores e pássaros. Hoje recria, e não copia, como faz questão de dizer, obras de pintores famosos como Anita Mafatti – Picasso – Di Cavalcanti e Volpi.
“Eu resolvi fazer quadros por ser um trabalho diferente”, diz Gennarino.

Habilidoso, revela que trabalhar com a madeira é como um vício que a gente não consegue largar.
Nesta exposição, sob o título de “Coletâneas”, Rino apresenta quadros, esculturas e objetos de decoração, substituindo as cores das tintas pelas cores da madeira.

Serviço:
Local: Espaço Cultural Leônidas Simonetti
Período: de 02 a 30 de abril de 2019
Horário: de segunda a sexta-feira das 9h as 18h
Informações: 9 9645-4023
Entrada franca, horário comercial


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]