A Apple chutou o Fortnite da App Store e agora as duas empresas estão brigando na Justiça

Escrito por em 14/08/2020

A Apple removeu o jogo Fortnite da App Store nesta quinta-feira (13), depois que seu desenvolvedor implementou uma opção de pagamento projetada para evitar o pagamento da comissão da gigante da tecnologia.

A Epic Games anunciou na quinta-feira que estava oferecendo um desconto de até 20% em compras no Fortnite. Como parte disso, lançou uma nova opção de pagamento no aplicativo que contornou os procedimentos de pagamento na Apple App Store e na Google Play Store. A Apple e o Google cobram 30% de comissão cada um nas compras feitas em suas lojas de aplicativos. Em vez disso, o Fortnite ofereceu aos usuários a opção de economizar dinheiro pagando diretamente, em um movimento que parece destinado a forçar um confronto.

A Apple respondeu removendo o Fornite da App Store. A Epic então anunciou que entrou com um processo contra a Apple alegando “restrições anticompetitivas e práticas monopolistas” relacionadas à distribuição de software e processamento de pagamentos.

“A Apple impõe restrições irracionais e ilegais para monopolizar completamente ambos os mercados e evitar que os desenvolvedores de software alcancem mais de um bilhão de usuários de seus dispositivos móveis (por exemplo, iPhone e iPad), a menos que eles passem por uma única loja controlada pela Apple, a App Store, onde a Apple cobra um imposto opressivo de 30% sobre a venda de todos os aplicativos ”, alega o processo.

“Hoje, a Epic Games deu o passo infeliz de violar as diretrizes da App Store que são aplicadas igualmente a todos os desenvolvedores e projetadas para manter a loja segura para nossos usuários”, disse um porta-voz da Apple em um comunicado. “Como resultado, seu aplicativo Fortnite foi removido da loja. A Epic ativou um recurso em seu aplicativo que não foi revisado ou aprovado pela Apple, e o fez com a intenção expressa de violar as diretrizes da App Store em relação aos pagamentos no aplicativo que se aplicam a todos os desenvolvedores que vendem produtos ou serviços digitais.”

O CEO da Epic, Tim Sweney, reclamou anteriormente das taxas da Apple e do Google para a Verge em 2018.

“É hora de mudar”, disse ele. “Apple, Google e fabricantes de Android obtêm enormes lucros com a venda de seus dispositivos e não justificam de forma alguma o corte de 30%.”

O comunicado da Apple disse que a empresa “fará todos os esforços para trabalhar com a Epic para resolver essas violações para que possam devolver o Fortnite à App Store.”

Fortnite é um jogo extremamente popular e de enorme impacto cultural. Em maio, a Epic anunciou que tem mais de 350 milhões de usuários registrados.

 

Fonte: BuzzFeed News


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]