A CULPA É DOS TÉCNICOS

Por on 22 de abril de 2019

É impressionante essa cultura que os dirigentes de clubes de futebol têm de sempre responsabilizar os técnicos, quando as coisas não dão certo.

A rodada final dos campeonatos estaduais mostram situações clássicas do que estamos falando. Vários treinadores dos times perdedores nas partidas finais foram sumariamente demitidos.

O Vasco da Gama dispensou seu treinador em virtude da derrota frente ao Flamengo na final do Campeonato Carioca. O técnico do Ceará também foi dispensado porque perdeu do rival Fortaleza de Rogério Ceni, o Cuca não chegou a ser dispensado, mas ouviu poucas e boas depois da derrota para o Corinthians na decisão paulista. E há ainda muitos outros que levaram o pé no bumbum.

Francamente a gente fica decepcionado com o desequilíbrio desses cartolas. Eles se comportam como torcedores e não como dirigentes. Tomam decisões na emoção e não raciocinam. Alguém tinha dúvida que o Vasco não pode com o Flamengo atual e só um milagre poderia fazer o jogo terminar com outro resultado que não a derrota? O Fortaleza tem time suficiente para encarar o Ceará e o jogo estava em aberto. Qualquer um deles poderia vencer.

No caso do Corinthians havia até a impressão que o São Paulo tinha mais chances de vitória, mas por outro lado, o técnico corintiano vinha conduzindo o Coringão com muita competência e uma estratégia defensiva bem armada. Não deu outra. Uma vacilada e o Alvinegro tornou-se campeão. Ora, a culpa foi do treinador?

Na Europa o comportamento dos dirigentes é muito mais sensato e grandes equipes são derrotadas, mas nem por isso seus técnicos são sumariamente cortados. Há treinadores com anos de casa, que já perderam muitos jogos, mas não há esse desespero em dispensar seus técnicos.


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background