A LUTA PARA NÃO CAIR DE VEZ NO OSTRACISMO

Escrito por em 13/01/2020

O E.C.Noroeste de Bauru a exemplo de tantos outros clubes, que como ele já tiveram momentos históricos e importantes, está se preparando para mais uma esperança de melhorar seu ranking paulista.

Hoje o Vermelhinho está em francos preparativos para encarar novamente a Série A3 do Campeonato Paulista. Sua meta é subir mais um degrau e retornar à A2, de onde pretende decolar para a elite do futebol de São Paulo.

No entanto, sabemos quantas dificuldades e frustrações nos têm impedido de voltar aos velhos e saudosos tempos do primeiro escalão do futebol de São Paulo.

Hoje alguns clubes já estão vivenciando uma nova realidade no futebol. Não são mais clubes e sim empresas que dominam e controlam os clubes. Os exemplos estão aí com Bragantino, Botafogo de Ribeirão Preto, Ferroviária de Araraquara e outros.

Não dá mais para sobreviver e progredir nas competições, sem dinheiro e investimentos. Por mais empenho e esforços que tenhamos, já não bastam para projetar um clube e obter as vitórias necessárias.

Um exemplo interessante da necessidade de investimentos, podemos ter no esporte bauruense com a ABDA, que vem realizando performances espetaculares nas modalidades esportivas em que atua, como natação, polo aquático, atletismo, etc.

A chamada Era Damião, quando aqui estava o empresário e fanático noroestino, Damião Garcia, o Alvirrubro saboreou grandes resultados e marcou época na sua história recente.

No entanto, naquele momento mágico, que foram mais ou menos quase 10 anos, ainda sonhávamos com uma evolução do EC Noroeste. Hoje já não temos mais pretensões e somos obrigados e nos contentar com, pelo menos, um retorno à Série A2. Milagres acontecem!

Foto: Bruno Freitas/ECN


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]