Acordo na Justiça define pagamentos de verbas dos vigilantes do Lauro Souza Lima

Escrito por em 02/07/2021

Audiência realizada nesta quinta-feira (1) pela Justiça do Trabalho de Bauru, definiu o pagamento dos salários, benefícios e verbas rescisórias dos vigilantes da empresa 3S, que trabalhavam no Instituto Lauro Souza Lima.

Conforme a 94 noticiou, a 3S prestava serviços de vigilância não só no Lauro de Souza Lima, mas também nas UPA´s da cidade e, após dificuldades financeiras, pediu a rescisão dos contratos, alegando não ter condições de arcar com a remuneração dos funcionários.

No final do mês de abril, a Segunda Vara da Justiça do Trabalho determinou o bloqueio integral dos valores devidos pelo governo do Estado à empresa 3S, em torno de 490 MIL REAIS. Na audiência desta quinta-feira, ficou acordado que os 28 vigilantes que trabalhavam no Lauro de Souza Limas receberão seus direitos nos próximos dias, com a liberação desses valores, que foram pagos em juízo.

Os recursos serão liberados ao Sindicato da categoria, que fará o pagamento dos trabalhadores, nas mesmas condições feitas aos vigilantes que trabalhavam nas UPA´s.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]