Aguenta? Australiano fica 9h em posição de prancha abdominal e bate recorde

Escrito por em 14/09/2021

O atleta australiano Daniel Scali quebrou o recorde mundial masculino de maior tempo na posição de prancha abdominal, alcançando o tempo de 9 horas 30 minutos e 1 segundo – uma eternidade para os seres humanos “normais” que tentam o movimento em seus exercícios físicos.

A cronometragem foi validada pelo Guinnes World Records, em 6 de agosto, em Adelaide, na Austrália, e publicada agora pela organização.

Scali superou em mais de uma hora a marca do norte-americano George Hood que, em fevereiro de 2020, fez a prancha abdominal por 8 horas, 15 minutos e 15 segundos.

Em entrevista ao Guinnes, o atleta revelou que bateu o recorde mesmo sendo portador de Síndrome de Dor Regional Complexa, doença crônica que causa dores constantes em membros do corpo. No caso de Scali, a enfermidade atinge o braço esquerdo.

“Quando eu tinha 12 anos, caí do trampolim, causando uma fratura severa no braço esquerdo e, como resultado, vivo com essa doença. O cérebro envia mensagens erradas para o meu braço, que é a área afetada, então, qualquer coisa como toque suave, movimento, vento, água, causam dores”, explicou.

Para aliviar a dor, Scali usou uma faixa de compressão no braço esquerdo. “Foi uma experiência de dor constante da cabeça aos pés. Meus pés estavam dormentes. Meus joelhos estavam queimando. Minhas coxas estavam queimando. Meu braço esquerdo parecia que estava pegando fogo. Mas no final valeu a pena”, descreveu.

Fonte: Uol


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]