Após ampliação da restrição de entrada no Brasil, Trump barra acesso de brasileiros nos EUA

Por on 25 de maio de 2020

País com o maior registro de infectados pelo novo coronavírus, com quase 1,7 milhão de contaminados e mais de 98 mil mortes, os Estados Unidos, através do presidente Donald Trump, proibiram a entrada no país, de viajantes partindo do Brasil, para evitar a contaminação dos norte-americanos.

A decisão é válida a partir da próxima sexta-feira, mas, não serão aplicadas, aos cidadãos americanos ou aos que tenham residência permanente no país. No início da pandemia, Trump tomou decisão semelhante, barrando a entrada de cidadãos da China e da Europa.

Na prática, a maioria das companhias já havia suspendido em março os voos entre os dois países. Restaram apenas nove por semana, a maioria para repatriar brasileiros.

Na última sexta-feira, dia 22, o governo brasileiro já havia prorrogado por mais 30 dias, a restrição da entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade no país. A medida vale tanto para quem chega por via aérea, através de voos internacionais, quanto por rodovias ou por outros meios terrestres e transporte aquaviário. A restrição não é válida para exceções como para quem tem moradia permanente no país ou para quem está em missão de organismo internacional.

Foto: Reuters/Leah Millis


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background