Após divulgação de vídeo, Bolsonaro e Moro se manifestam pelas redes socias

Por on 23 de maio de 2020

Após a autorização da divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, pelo ministro Celso de Mello, o presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Sérgio Moro se manifestaram pelas redes sociais. O vídeo foi divulgado quase que na íntegra. Por determinação de Celso de Mello, foram retirados trechos relacionados a assuntos de Estado, em que havia menção a outros países.

Logo depois da publicação, o presidente Jair Bolsonaro publicou em sua página no Facebook, um trecho de 21 minutos da reunião, contendo as falas do presidente citadas por Sérgio Moro. “Reunião Ministerial de 22 de abril. Mais uma farsa desmontada; Nenhum indício de interferência na Polícia Federal”, afirma o post de Bolsonaro, que encerra com o versículo 32 do Evangelho de São João, “Conhecereis a verdade a verdade vos libertará”. Minutos depois da publicação no Facebook, Bolsonaro publicou outro slogan, agora em sua conta no Twitter: “Brasil acima de tudo!”

Já o ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou na noite de sexta-feira que a ‘verdade foi exposta’, após a divulgação da gravação pelo Supremo Tribunal Federal. “A verdade foi dita, exposta em vídeo, mensagens, depoimentos e comprovada com fatos posteriores, como a demissão do DIretor Geral da PF e a troca na superintendência do RJ”, disse o ex-juiz no Twitter, acrescentando que “cada um pode fazer a sua avaliação” sobre os outros temas exibidos no vídeo.

Sérgio Moro pediu demissão do cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública, dois dias depois da reunião, após Bolsonaro exonerar o então diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo.

Foto: José Cruz/Agência Brasil


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background