Após protesto na Seplan, Prefeito diz que famílias que não preenchem requisitos ficarão fora do TAC

Por on 17 de maio de 2019

Conforme a 94FM noticiou nesta quinta-feira (16), cerca de 200 pessoas do Movimento Social de Luta dos Trabalhadores, o MSLT, ocuparam na manhã desta quinta-feira um prédio da Prefeitura Municipal de Bauru onde fica a SEPLAN – Secretaria de Planejamento.

De acordo com o dirigente estadual do movimento, Josivaldo Macedo, os manifestantes queriam o cadastro de todas as famílias do acampamento, cerca de 350 famílias, conforme prometido pelo prefeito Gazeta.

Em contato com a reportagem da 94, o prefeito Clodoaldo Gazzetta informou que as famílias que estão dentro do critério econômico e de vulnerabilidade estabelecido junto ao TAC (Termo de Ajuste de Conduta) assinado com o MP, serão remanejadas para uma área da Prefeitura. Atualmente são por volta de 200 famílias. O restante, de acordo com Gazzetta, não se enquadra nos critérios ou não conseguiram comprovar laços com a cidade.

Para estas famílias, a prefeitura irá disponibilizar um ginásio de esportes como abrigo temporário.

Foto: Emerson Luiz/ 94FM


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background