Ausência de radares em rodovias da região preocupa motoristas e gera mobilização política

Escrito por em 26/11/2020

Depois da concessão do trecho de rodovias entre Piracicaba e Panorama, o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem retirou os radares fixos para que a concessionária Eixo-SP, que administra o trecho, fizesse a instalação dos equipamentos conforme um estudo técnico. Um dos trechos que ficou sem a fiscalização eletrônica de velocidade é compreendido pela SP-261, que liga Pederneiras a Bariri em pista simples. De acordo com Marco Bilancieri, prefeito de Boraceia, cidade cortada pela rodovia, com as melhorias realizadas pela concessionária e a retirada dos radares fixos, alguns motoristas têm excedido a velocidade, elevando o risco de acidentes. Bilancieri afirma que é urgente a necessidade de reinstalação de equipamentos redutores de velocidade no trecho para evitar acidentes principalmente nas proximidades dos trevos de entrada das cidades cortadas pela rodovia.

Em nota, a Eixo SP informou que desde o início da concessão, em junho de 2020, a Concessionária iniciou os estudos técnicos para o apontamento de localização de radares no trecho de concessão. O relatório do estudo deverá ser entregue à Artesp, Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, até dezembro de 2020 para avaliação e aprovação de localização e definição de prioridades na instalação, como determina o contrato de concessão.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]