Bauru passa a marca de 50 mil doses de vacina aplicadas

Escrito por em 14/03/2021

O município de Bauru ultrapassou, neste sábado (13), a marca de 50 mil doses de vacina contra a Covid-19 aplicadas. Até o momento, já receberam a vacina profissionais da saúde, estes já recebendo a segunda dose, e idosos com mais de 75 anos. Os idosos com 85 anos ou mais também já estão tomando a segunda dose da vacina.

De acordo com o controle de vacinação feito pelo governo estadual, através do ‘Vacinômetro’, Bauru já aplicou 51.777 doses de vacina, sendo o décimo município que mais imunizou a população, em números absolutos, mesmo sendo o 18º município em número de habitantes do estado de São Paulo, de acordo com o IBGE.

Neste sábado, foram aplicadas 2.388 doses em idosos com mais de 75 anos. Das 51.777 doses já distribuídas em Bauru, 35.731 são referentes a primeira dose da vacina, enquanto 16.046 são de segunda dose. Até o momento, Bauru já aplicou mais vacinas do que outros municípios de maior porte ou com tamanho parecido. Em proporção, Bauru tem 9,81% da população vacinada com a primeira dose, mais do que o dobro da média nacional, que está em 4,39% da população.

Para dar agilidade na vacinação, a prefeitura já realizou duas edições de drive thru, passou a organizar as unidades de saúde para atender a primeira dose no período da manhã e a segunda dose no período da tarde, para os idosos, enquanto os profissionais da saúde estão recebendo a segunda dose com horário marcado no Cerest. A vacinação dos idosos acamados é feita nas casas, e as unidades de saúde estão abrindo aos sábados sempre que uma nova faixa etária começa a tomar a vacina.

A prefeita Suéllen Rosim afirma que Bauru seguirá vacinando, e que este é um empenho de toda a Secretaria Municipal de Saúde. “Antes de tudo, temos que agradecer a todas as equipes da Secretaria de Saúde, que estão se desdobrando, e com muita organização fazendo a aplicação, inclusive aos sábados. Assim que as doses chegam, já começamos a vacinar, pois entendemos que esta é a forma mais eficaz para que consigamos controlar a pandemia, e pretendemos aplicar as vacinas o mais rápido possível”, lembra.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]