Boca de urna é crime e PM estará atenta na fiscalização

Escrito por em 13/11/2020

Justiça Eleitoral e Polícia Militar prometem fechar o cerco contra a boca de urna e o derramamento de santinhos nos arredores dos locais de votação. A Emdurb também foi mobilizada para a limpeza das ruas. A distribuição de material impresso pode ser feita até às 22h do dia que antecede a votação. No entanto, jogar esses papéis na porta das escolas é proibido, mesmo na véspera da eleição. O ato pode configurar crime eleitoral de boca de urna. Juiz da 23ª Zona Eleitoral, Rodrigo Machado de Melo explica como será a ação.

Quem for pego espalhando santinhos na região dos locais de votação pode ser preso em flagrante. A pena varia de três meses a um ano de detenção e multa.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]