Câmara aponta que Conselho do Município não aprovou obra na Praça Portugal

Escrito por em 23/09/2021

A reunião da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara Municipal de Bauru discutiu nesta quarta-feira o corte das 51 árvores da Praça Portugal. De acordo com a Comissão, o corte das não teve autorização do Conselho da Cidade, do Conselho Municipal do Meio Ambiente (Condema) e do Conselho Municipal de Defesa dos Animais. Não há parecer jurídico da Secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura de Bauru e não houve Audiência Pública para se ouvir entidades sociais e população. No encontro desta quarta, o secretário municipal de Meio Ambiente Dorival Coral admitiu ter ignorado o Condema. Lembrando que o Conselho funciona sobre o regramento de lei municipal que integra a estrutura da Política Nacional do Meio Ambiente, estabelecida por lei federal. Tal lei obriga o Condema a ser ouvido e consultado em projetos que impactam o meio ambiente.

Foto: Gabriel Pelosi/94FM


Opnião dos Leitores
  1. Jose Nilton Costa da Silva   Em   23/09/2021 em 13:25

    PQP QUE CIDADE TRAVADA POR LEIS E DE PESSOAS QUE SE ACHAM DONA DA CIDADE! PAREM DE ENCHER O SACO .

  2. Milton   Em   23/09/2021 em 13:37

    Já cortaram as árvores, o mau já foi feito.
    Tem q punir os responsáveis sim, mas não parar a obra, estamos sofrendo com o trânsito.

  3. Tatiana Calmon   Em   23/09/2021 em 21:55

    Que recuperem a praça como um todo, inclusive que sejam obrigados a replantarem árvores adultas no local. Que o ônus recaia sobre o bolso de quem cometeu a ilegalidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]