Câmara repercute investigação do GAECO sobre desvios de dinheiro na Cohab

Escrito por em 11/05/2021

Repercutiram na sessão de ontem (10) da Câmara Municipal os desdobramentos da operação João de Barro. Conduzida pelo Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público Estadual, a investigação resultou em denúncia na Justiça contra ex-diretores da Cohab, incluindo o ex-presidente Edson Gasparini Júnior, por desvios de recursos da companhia habitacional. Para o vereador Eduardo Borgo, entretanto, esta seria apenas a ponta do iceberg. Na opinião do vereador, Gasparini não seria o chefe deste esquema fraudulento:

A formalização da denúncia do Ministério Público aconteceu na semana passada. Na ocasião, a promotoria até pediu a prisão preventiva de Gasparini Jr. A Justiça, entretanto, negou o pedido, imputando ao ex-mandatário comparecimentos e esclarecimentos periódicos em juízo.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]