Cateterismo cerebral devolve movimentos a vítima de AVC

Por on 15 de janeiro de 2019

Cientistas da USP, Universidade de São Paulo, fizeram uma espécie de cateterismo cerebral, retiraram um coágulo da artéria e devolveram os movimentos a uma vítima de AVC, Acidente Vascular Cerebral. A técnica, feita por pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP em Ribeirão estão é capaz de reduzir quase que totalmente as sequelas do AVC, como a paralisia facial e a perda de alguns movimentos. Popularmente chamado de cateterismo cerebral, o tratamento consiste em desentupir as artérias grandes do cérebro até 24 horas após os primeiros sintomas. O método já foi aprovado pela Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A técnica introduz um microcateter em uma artéria na perna do paciente e avança até a área entupida do cérebro. Lá, o coágulo que impede a passagem do sangue é aspirado ou retirado com um stent, dispositivo usado para desobstruir os vasos. Segundo Pontes Neto, o procedimento pode “limpar” 80% dos vasos sanguíneos afetados e é mais eficaz que o tratamento convencional, com o uso de medicamentos para dissolver os coágulos que se formaram no cérebro e causam o AVC.

Fonte: www.sonoticiaboa.com.br/2019/01/12/cateterismo-cerebral-devolve-movimentos-vitima-de-avc

Foto: Cláudio Oliveira/EPTV


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background