CEI da Educação: oitiva é marcada por contradições e ironia

Escrito por em 13/04/2022

Quatro servidores municipais foram ouvidos nesta terça-feira, pelos vereadores que integram a CEI da Educação. O ‘procurador jurídico da Secretaria de Negócios Jurídicos’, Flávio Renato Reyes, acabou sendo dispensado pela comissão, que já tinha ouvido outros dois procuradores do município.

Pela manhã, foram ouvidos Júlia Maria Rodrigues Floriano e André Gutierrez Boicenco, ambos da secretaria da educação. A diretora do Departamento de Administração, Júlia Maria falou sobre os prédios apresentados para sediar a secretaria municipal da educação.

No período da tarde, Claudio Kadihara e Clóvis Aparecido Cavenaghi foram ouvidos pela Comissão. Questionado pela vereadora Chiara Ranieri quanto a aquisição do prédio da escola ‘Damásio’, Clóvis Cavenaghi tentou justificar, mas foi rebatido pelo vereador Eduardo Borgo.

No próximo dia 19, a CEI da Educação tem nova rodada de oitivas. Foram convocados o secretário de Finanças, Everton Basílio, a arquiteta Ludmilla Tidei de Lima Pauleto e, o secretário de Negócios Jurídicos, Gustavo Russignoli Bugalho.

Leia mais:

  • CEI DA EDUCAÇÃO TOMA DEPOIMENTO DE CINCO SERVIDORES MUNICIPAIS NESTA TERÇA-FEIRA
  • NA CEI DA EDUCAÇÃO, SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO EXPLICA COMPRA DE IMÓVEIS

  • Opnião dos Leitores

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



    [Nenhuma estação de rádio na Base de dados]