Centro Dia do Idoso no Mary Dota recebe solenidade de denominação

Por on 27 de janeiro de 2019

A Prefeitura de Bauru realizou cerimônia de denominação do Centro Dia do Idoso no Mary Dota, na manhã dessa sexta-feira (25). Com a solenidade o Centro recebe o nome da assistente social, Célia Martins, passando a funcionar como Centro Dia do Idoso – Assistente Social Célia Martins.

Célia Martins nasceu em Bauru no dia 26 de janeiro de 1923, filha de Itaim Martins e Alice Martins, e começou a vida profissional trabalhando na Estrada de Ferro Noroeste do Brasil. Com uma bolsa de estudos, cursou serviço social em São Paulo, profissão a qual dedicou sua vida. Foi professora na Faculdade de Serviço Social da Instituição Toledo de Ensino por onze anos. Célia foi homenageada em diversas ocasiões por seus alunos e por instituições brasileiras ligadas ao serviço social.

Estiveram presentes na cerimônia, a chefe de Gabinete, Majô Jandreice, o Secretário de Bem-Estar Social (Sebes), José Carlos Fernandes, a diretora da Sebes, Rose Carrara, a Corregedora do Município, Andréa Salcedo.

A família de Célia Martins também estava na solenidade, entre elas, a irmã, Dulce Martins, o cunhado, Celso Monteiro, as sobrinhas, Cláudia e Suzana Martins, e os sobrinhos netos, Analis e Pedro Martins. Pessoas ligadas ao serviço social também estiveram na cerimônia, como a representante do grupo Assistentes Sociais Sempre, Sônia Tavares, a assistente social, Brigida Maria Sganzella, a Presidente da Associação Bauruense de Apoio e Assistência ao Renal Crônico (Abrec), Maria Bernadete Matos e a Vice Presidente da Abrec, Silvia Regina da Silva.

O Centro Dia do Idoso – Assistente Social Célia Martins iniciou suas atividades em julho de 2018 e tem capacidade de atendimento para 50 idosos, a partir de 60 anos de idade. O objetivo do Centro é atender, no público da terceira idade, quem necessita de auxílio de pessoas ou de equipamentos para realizar tarefas diárias como alimentação, mobilidade e higiene. É preciso que o idoso não tenha nenhum comprometimento cognitivo ou alteração cognitiva controlada com medicamentos com grau de dependência.

O serviço objetiva prevenir situações de risco pessoal e social como isolamento social, reduzir o número de acidentes domésticos e fortalecer os vínculos do idoso com a família. Para ingressar no Centro Dia, a família interessada deve procurar os Centros de Referência Especializado de Assistência Social, CREAS I e II. A solicitação de vagas pode ser feita em uma das duas unidades: CREAS I – Avenida Alfredo Maia, q. 1 s/n, na Sebes, telefone 3234-8705, ou CREAS II – Rua Raposo Tavares nº 11-35, telefone 3223-5585, de segunda a sexta-feira, das 8h 16h.

As atividades oferecidas pelo Centro são:
• Atividades grupais recreativas, de educação física, de lazer, culturais e de interação social, como passeios a parques, escolas, museus ou outros locais de interesse dos usuários;
• Promover a convivência intergeracional;
• Ter assegurado o convívio familiar, comunitário e social;
• Ter acesso a serviços de outras políticas públicas setoriais, conforme necessidades;
• Poder construir projetos pessoais e sociais e desenvolver a autoestima;
• Poder avaliar as atenções recebidas, expressar opiniões e reivindicações;
• Alcançar autonomia, independência e condições de bem estar.

Crédito: Divulgação


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background