Chamada para depor, Águida Barbosa não comparece à delegacia da Polícia Civil

Por on 5 de novembro de 2019

A Polícia Civil aguardava para esta terça-feira o depoimento da cabo da Polícia Militar Águida Barbosa, única testemunha do desentendimento que terminou com as mortes do também cabo da PM e ex-judoca olímpico Mário Sabino Júnior e do sargento Agnaldo Rodrigues, marido de Águida, no dia 25 de outubro. No entanto, o comando da polícia militar enviou um e-mail para a Delegacia de Investigações Gerais, comunicando que Águida não seria apresentada para o depoimento.

A Polícia Civil abriu um inquérito no dia 29 de outubro para investigar as circunstâncias das mortes, que já eram apuradas pela Polícia Militar. Ao repórter Gabriel Pelosi, o delegado Clédson Nascimento explicou que a Polícia Civil vai encaminhar o caso para a Justiça decidir o decorrer das investigações.

No dia dos fatos, a cabo não quis dar a sua versão do que tinha acontecido, mas segundo a PM, ela já foi ouvida no inquérito instaurado na Justiça Militar. Nós tentamos contato com a PM para saber o motivo do não comparecimento de Águida ao depoimento na DIG, mas não obtivemos resposta.

Crédito: Gabriel Pelosi/94FM


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background