Coleta seletiva mais eficiente e educação ambiental poderiam gerar R$ 4 milhões em economia para Município

Escrito por em 28/06/2021

Levantamento realizado pela 94FM, com base nos números da Emdurb e a estimativa populacional da cidade, pelo IBGE, aponta que bauruense produziu, em média, 605 gramas de lixo por dia por habitante, nos cinco primeiros meses deste ano.

De janeiro a maio, a Emdurb recolheu 34 mil 640 toneladas de lixo. Todo esse material, foi recolhido pela Emdurb e levado ao aterro sanitário de Piratininga, onde foi enterrado.

Mais informações com o repórter Emerson Luiz.

Recentemente, o vereador Marcelo Afonso falou sobre a implantação de um transbordo para o lixo domiciliar, algo que vinha sendo avaliado pela Emdurb desde o mês de março. A presidente da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Bauru, Gisele Moretti, disse em entrevista à 94FM, que a destinação do lixo para o aterro através de um transbordo, é política ultrapassada para o lixo e, uma forma de se economizar recursos seria através de investimento em educação ambiental e na separação do material reciclável que hoje é enterrado junto com o lixo orgânico.


Opnião dos Leitores
  1. Roberto   Em   26/06/2021 em 13:42

    Praticamente semana sim semana não a coleta não é feita na Rua Rodrigo Romeiro… Tentamos colaborar mas o poder público segue falhando.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]