Com queda de passageiros e afastamento de motoristas, Transurb diminui ônibus

Escrito por em 03/04/2020

Usuários do Transporte Coletivo questionaram durante a manhã desta quinta-feira (2) possíveis mudanças nas linhas do Transporte Coletivo de Bauru. A redação da 94 FM entrou em contato com a Emdurb e a informação foi que as Empresas de Transporte Coletivo tomaram a decisão de implantar uma tabela horária chamada de Covid 19. Ainda de acordo com a emdurb, o departamento de trânsito e transporte está em contato com a Transurb para conhecer detalhes da medida adotada. Já no site da associação das empresas foi publicado um texto que aponta alguns dos problemas que vem sendo enfrentados e que determinaram as medidas adotadas. Entre os motivos da redução de ônibus nas linhas está a necessidade de afastamento de cerca de 50 motoristas com mais de 60 anos ou pertencentes aos grupos de risco da Covid 19. Outro apontamento é em relação à queda significativa no número de passageiros.

Segundo informações, o gerente de transporte coletivo informou que está acompanhando a operação das linhas e diante da demanda, reforçou os horários das linhas que atendem os Villágios, Distrito Industrial e Instituto Lauro de Sousa Lima. As demais linhas estão operando, até o momento, com 60% da tabela normal, ou seja, atendem a tabela de sábado.

As empresas operadoras do sistema de transporte coletivo solicitaram à Emdurb, autorização para operar com tabela horária adaptada à demanda de usuários, tendo em vista as medidas de isolamento social decorrentes do combate ao coronavírus. A Emdurb se posicionou contrária a solicitação e está solicitando manifestação das empresas concessionárias para tomar as medidas cabíveis.

Veja abaixo a nota oficial emitida no site da Transurb

Tendo em vista as medidas de isolamento social decorrentes do combate ao coronavírus, que implicam em drástica redução na circulação de pessoas, as empresas concessionárias do transporte coletivo urbano de Bauru iniciam nesta quinta-feira (2/4/20), operação adaptada à demanda de usuários.

Após acompanhamento e análise do comportamento da demanda desde a decretação das medidas preventivas, Grande Bauru e Cidade Sem Limites passam a oferecer, para o período de menor movimentação do público, 60% de seu atendimento normal.

Atualmente, as empresas têm registrado apenas 28% de usuários comparado aos dias anteriores ao isolamento. Assim, em dias úteis, o número de passageiros que era de 112 mil/dia, caiu para 32 mil/dia. Aos sábados, a queda foi de 56 mil para 16 mil; e aos domingos, de 22 mil para 7 mil.

Tornou-se inviável para as empresas manter o sistema operando nas mesmas condições anteriores. A permanecer a circulação total da frota, e sem ingresso de passageiros, as empresas não teriam como honrar seus compromissos, principalmente com a folha de pagamento dos funcionários.

Outro fato relevante é o afastamento do trabalho de 50 dos 360 motoristas, por pertencerem aos grupos de risco da Covid-19.

As empresas adotaram a redução mínima, avaliando que ainda fica acima do necessário para o atendimento satisfatório do volume atual de passageiros. Reiteram ainda que em observância ao preconizado pelas autoridades de saúde, redobraram os procedimentos de higienização dos coletivos, para ampliar a segurança de passageiros e funcionários.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]