Comissão Processante sobre viagens da Cohab deve virar ano sem julgamento

Escrito por em 17/12/2020

A Comissão Processante que apura supostos pagamentos irregulares de viagens pela Cohab a vereadores deve acabar sem julgamento no plenário Câmara Municipal de Bauru. Isso porque, na virada do ano, nenhum dos três denunciados terá mandatos eletivos. São eles o prefeito Clodoaldo Gazzetta e os vereadores Sandro Bussola e Fábio Manfrinato. Acompanhe com o repórter Gabriel Pelosi.

Vale lembrar que a Comissão Processante foi instaurada em 3 de dezembro. De acordo com a norma federal, os trabalhos poderiam ter duração de até 90 dias, prazo impraticável por ultrapassar o limite da Legislatura 2017-2020.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]