Cresce número de atravessadores na coleta seletiva em Bauru

Escrito por em 11/06/2021

A queda de 55% na quantidade de lixo reciclável coletado pela Emdurb, nos CINCO primeiros meses deste ano, foi motivada pelo momento econômico do país. A afirmação é do diretor de limpeza pública da Emdurb, Sidnei Rodrigues, em entrevista à 94FM. Para Sidnei, o momento vivido por várias famílias, aliado à facilidade para conhecer os setores de coleta, aumentou a quantidade de atravessadores recolhendo o lixo seletivo, antes do caminhão da empresa municipal. O diretor da Emdurb afirmou que as próprias cooperativas e veículos com placas de fora da cidade, são vistos realizando o serviço.

Responsável pela fiscalização do serviço realizado pela Emdurb, a Secretaria do Meio Ambiente está levantando os dados para notificação dos coletores informais, conforme explica o secretário, Dorival Coral.

Procurada, a Ascam (Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Bauru) informou que no mês de abril, a Cooperativa ‘COOPECO’, com apenas um caminhão nas ruas, coletou 42,3 toneladas de lixo e, aponta que se esse serviço fosse realizado pelas cooperativas, com a mesma estrutura e quantidade de caminhões que a EMDURB tem, seria possível coletar 168 TONELADAS por mês.

Conforme a 94 noticiou, a Emdurb coletou entre Janeiro e Maio deste ano, apenas 414,13 toneladas de lixo, recebendo pelo serviço, 790 MIL E 600 REAIS. Na média, o valor da tonelada coletada pela Emdurb, custou à prefeitura, R$ 1.909,06.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]