DAE não descarta terceirizar operação da ETE Vargem Limpa

Escrito por em 31/05/2021

Mesmo com a previsão de conclusão das obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) apenas para 2023, a direção do DAE já se reúne para tratar da operação da estação Vargem Limpa.

A principal questão em discussão, é voltada a contratação de servidores, uma vez que os ‘gastos com pessoal’ de toda administração, estão sempre próximos do limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
O presidente do DAE, Marcos Saraiva, afirma que a ideia é contratar servidores, mas não descarta a possibilidade de terceirizar a operação.

Na reunião de prestação de contas do primeiro quadrimestre, realizada na última quinta-feira, os números divulgados pela Secretaria de Finanças, apontaram a despesa de pessoal em 45,23% da Receita Corrente Líquida dos últimos 12 MESES. Contudo, se desconsiderar os repasses feitos pela União e Estado, para o combate à pandemia, a despesa com pessoal ficaria em 47,9%.

Outro assunto que entrou na pauta da direção do DAE, foi o aumento de ocorrências de furtos nos poços e reservatórios da autarquia. Marcos Saraiva explica o que já está sendo feito.

Apenas nos últimos dias, o poço Val de Palmas foi furtado duas vezes, enquanto o poço Roosevelt III, teve o transformador furtado.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]