Derrubada de mais de 40 árvores da Praça Portugal motiva representação ao MP

Escrito por em 10/09/2021

A derrubada de mais de 40 árvores na Praça Portugal sob a justificativa de reforma viária e desenvolvimento da cidade, motivou o envio de uma representação ao Ministério Público Estadual. A autora do documento, a vereadora Estela Almagro aponta para possível crime ambiental e improbidade administrativa. A representação foi enviada ao promotor Luiz Eduardo Sciuli de Castro e ao procurador geral do Estado, Mario Sarrubbo. A prefeitura justifica que os trâmites legais foram cumpridos e promete o plantio de 550 novas mudas como compensação pela supressão das árvores da Praça Portugal. Na representação, a autora pede a responsabilização criminal da prefeita Suéllen Rosim e do secretário municipal de Meio Ambiente, Dorival Coral.


Opnião dos Leitores
  1. André Cunha   Em   10/09/2021 em 08:44

    como fazer uma obra viária lingando duas importantes avenidas sem retirar algumas árvores que estão no caminho ? acredito que existem duas opções, a primeira seria um túnel e a segunda um super viaduto, como o dinheiro está sobrando nos caixas da prefeitura, o túnel ficaria muito bom, mesmo porque também seria o primeiro da cidade, daria um ar de metrópole a Bauru e a caipirada poderia passear no túnel a vontade

  2. Adilson Rodrigues   Em   10/09/2021 em 11:35

    Olha parece que todos os membros do PT não estão para administrar, mas sim para tumultuar, a Prefeita já informou que irá plantar várias outra árvores na contra partida, o que a vereadora deve fazer é fiscalizar o plantio desta árvores, se terá o cuidado para o crescimento, e até apontar o melhor local para o plantio, para não plantar em um lugar qualquer.
    Mas não o motivo é sempre o mesmo cutucar o Partido contrário.

  3. Julio.almeida   Em   10/09/2021 em 12:29

    É, ta certo, destruiir uma praça, arvores de 30 anos!! Plantar outras pra compsnsar nao
    ajuda em nada, alias a SEMMA dorme dia e noite, nao planta nem nos proprios da municipalidade. ( nao concordar é coisa de PT ?!!…Faltando argumentos? )

  4. Daniel Gazeta Trindade   Em   10/09/2021 em 17:28

    Quantos anos para uma árvore assumir seu papel bo ecossistema? Qual a razão dessa implantação? Qual a efetividade da reforma viária? Traz mais beneficio do que amenizaçao da temperatura, melhora da qualidade do ar, abrigo de animais silvestres,proteçao do solo, infiltraçao de água dentre tantos outros benefícios? A GENTE SABE QUE ESSAS OBRAS DE INFRAESTRUTURA SÓ SERVEM PROS GOVERNANTES SE PROMEVEREM. Bauru já sofre efeitos intensos do desmatamento, e arborização urbana é fundamental pra qualidade de vida de todos.

  5. José de Santos e Silvas   Em   10/09/2021 em 18:01

    Parabéns a vereadora Estela e ao Ministério Publico Estadual. O ambiente da cidade de Bauru é extremamente seco e quente, o corte de árvores deve ser evitado ao máximo.

  6. Heliana Angotti   Em   10/09/2021 em 19:22

    É um absurdo injustificavel, verdadeiro crime ambiental de pessoas ignirantes e fora do mundo de hoje. Realmente lamentavel, sem palavras..

  7. Regina Viola   Em   10/09/2021 em 20:50

    Lamentável! Um crime! Fora da realidade! Precisamos de ar fresco, de água, é a nossa vida que está em risco. Que tristeza! É não se importar com a vida.

  8. Vladimir   Em   12/09/2021 em 13:44

    Duro ver que a mente de nossos dirigentes não acompanham a evolução dos tempos!! Transporte individual já era…

  9. Terezinha Dulce   Em   12/09/2021 em 22:51

    A cidade é árida e muito quente. As poucas árvores frondosas não deveriam ser suprimidas. Há recursos da engenharia para contornar, certamente. A Semma deve estimular plantio na cidade como existe em Belém/Pará. Árvores frondosas dando sombra, frutos e melhorando o clima. Lamentável esse “ progresso”. Quem é dono do ar? Quem é dono do mar? Questionou um índio americano certa vez a um tal “ dono da terra”!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]