Doria determina fechamento de todas as unidades do Poupatempo e Detran

Por on 20 de março de 2020

O governador do Estado de São Paulo, João Doria anunciou nesta sexta-feira (20) o fechamento de todas as unidades do Poupatempo e Detran como medida para intensificar o combate ao novo coronavírus (Covid-19). A partir da próxima segunda-feira (23), as unidades serão fechadas para atendimento presencial até o dia 30 de abril, podendo esse prazo ser prorrogado.
Para evitar a disseminação do vírus, o anúncio do governo foi feito por meio de plataformas digitais. A decisão do fechamento das unidades do Poupatempo veio como respostas a inúmeros questionamentos de funcionários das unidades, que pertencem ao grupo de risco de contaminação da Covid-19. A 94FM recebeu reclamações de funcionários do Poupatempo de Bauru, que estavam preocupados com a situação. Muitos trabalhadores com doenças crônicas como, diabetes, estavam sendo obrigados a trabalhar na unidade caso não conseguissem laudo médico para dispensa trabalhista. Agora, diante da nova determinação anunciada pelo governo do Estado de São Paulo, todas as unidades do Poupatempo e também o Detran permanecerão fechadas para atendimento presencial funcionando apenas o atendimento através do telefone ou online.
Como parte de uma das medidas de prevenção ao coronavírus, as carteiras de habilitação e as permissões para dirigir vencidas a partir de 19 de fevereiro de 2020, tiveram sua validade prorrogada por tempo indeterminado. Os documentos atuais continuarão válidos, não havendo necessidade de renová-los neste momento. Portanto, o atendimento para esses serviços está suspenso.
O decreto anunciado pelo governo do Estado será publicado no Diário Oficial deste sábado (21), que passa a reconhecer calamidade pública na Capital. De acordo com o governador João Doria e o prefeito da cidade, Bruno Covas, o reconhecimento de calamidade pública tem o objetivo de dar agilidade nas decisões de combate ao coronavírus no Estado. Até às 12h desta sexta-feira, a Capital apresentava 286 casos confirmados e cinco óbitos, além de 7.669 casos suspeitos da doença.
Como uma das novas medidas de prevenção à Covid-19, o governo do Estado em reunião com a APAS (Associação Paulista de Supermercados) e também com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), a partir do dia 23 de março, o álcool em gel deverá ser vendido a preço de custo e limitado ao número de dois frascos por pessoa. Essa determinação é válida para todo o território do Estado de São Paulo. De acordo com o governador João Doria, não há necessidade de corrida em supermercados e farmácias para estoque de produtos e pediu para que a população compre apenas o necessário e dentro do bom senso, pois não há risco de desabastecimento de produtos.


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background