Emdurb admite adequações na lei do motofrete

Escrito por em 09/06/2021

A Emdurb e Câmara Municipal buscam alternativas para diferenciar serviços prestados de motofrete e delivery no município. Hoje existe uma dificuldade na aplicação da lei municipal que regula o serviço, obrigando apenas trabalhadores da área de motofrete a se enquadrarem nos requisitos. A lei atual não cita que trabalhadores de delivery também precisam se regularizar.

A brecha na legislação resultou no descontentamento dos profissionais que fazem delivery, uma vez que muitos motociclistas foram autuados. Na última terça-feira (8) a categoria esteve reunida com representantes da Emdurb. Guilherme Coutinho, gerente de transportes especiais afirmou que adequações na lei existente precisam ser feitas.

O motociclista, João Helder, faz entrega delivery há dois anos em Bauru. Ele representou a categoria durante a reunião com a Emdurb e considerou o encontro positivo.

Também presente na reunião, o vereador Marcelo Afonso prometeu dar atenção à reivindicação dos entregadores delivery do município, analisando a viabilidade de adicionar uma emenda na lei atual diferenciando os setores de entrega.


Opnião dos Leitores
  1. José   Em   10/06/2021 em 08:12

    Agora moda vai ser falar só do moto frete e dos uber esqueceram já se existe para moto frete também acho que existe para uber

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]