Empresa alega falta de medição como causa da não implantação do Plano Diretor de Água

Escrito por em 08/06/2021

O engenheiro Luiz Di Bernardo, diretor-presidente da Hidrosan, empresa responsável pelo Plano Diretor de Água, que é tema da Comissão Especial de Inquérito da Câmara Municipal de Bauru, abordou em oitiva nesta segunda-feira (7) a medição correta como uma das primeiras ações para dar andamento à execução do PDA. O principal apontamento do diretor foi sobre a necessidade da instalação de um parque hidrométrico. A previsão no estudo era de que 100 mil hidrômetros fossem trocados no período de um ano, o que não foi executado. Justificou que o parque possibilita o monitoramento e manutenção dos medidores e, consequentemente, a mitigação da perda de água e a arrecadação tarifária adequada. Presidente da CEI, Estela Almagro considerou o depoimento do engenheiro importante para a sequência das apurações.

A empresa concessionária dos serviços de água e esgoto sanitário de Limeira, BRK Ambiental, foi convidada para o encontro, mas não compareceu e também não justificou a ausência.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]