Especialista discute desafios diante das fakenews sobre vacinação

Escrito por em 13/10/2020

A campanha de vacinação de poliomielite e multivacinação começou na última segunda-feira no estado de São Paulo. O objetivo, segundo o governo, é atualizar a carteirinha de vacinação de crianças e adolescentes, reforçando a proteção contra paralisia infantil (polio) nos menores de 5 anos.

Mas recentemente, falsas notícias sobre vacinas fizeram com que a taxa de imunização caísse em alguns países, incluindo o Brasil. O “movimento antivacina” é reconhecido como um dos dez maiores riscos à saúde global pela Organização Mundial da Saúde. O repórter Gabriel Pelosi conversou com Helena Sato, coordenadora do Programa Estadual de Vacinação, que explicou como esse tipo de campanha pode ser prejudicial à saúde da população.

Em Bauru, as vacinas estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde de segunda a sexta-feira das 8h às 16h. Somente não aplicarão as vacinas as Unidades Referenciadas de atendimento ao Covid-19: Vila Falcão, Bela Vista, Núcleo Geisel e Mary Dota.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]