FELIPÃO ESTÁ DE VOLTA

Por on 30 de julho de 2018

A contratação de Felipão para dirigir o Palmeiras vem movimentando bastante o cenário esportivo brasileiro. Depois de uma desastrosa goleada sofrida pela nossa seleção na Copa retrasada, o nome de Felipe Scolari virou sinônimo de fracasso.

Essa nuvem negra na carreira do treinador acabou por reconduzi-lo ao exterior e seu nome seria impensável até um dia desses. Afinal levar 7 x 1 da Alemanha em pleo território brasileiro e ainda mais em jogo válido pela Copa do Mundo, parecia ser uma cruz que seria carregada por Felipão por muitos e muitos anos.

Tal, no entanto, não aconteceu e o “cara” está de volta, do alto dos seus 70 anos para comandar uma das grandes equipes nacionais. O Palmeiras, onde o técnico já realizou excelente trabalho, resolveu repatriá-lo.

Seria Felipão o técnico ideal para o momento alviverde? Muitas respostas podem ser dadas a esta indagação. Por exemplo: Não, ele já está superado. Sim, ele pode realizar um trabalho psicológico positivo e fazer o “Butantã” render mais, na proporção dos investimentos do Palmeiras.

E os 7 x 1? Será que já estão esquecidos e o técnico já estaria perdoado, até porque o fracasso tem que ser debitado a todos e não apenas a êle? E mais: já são águas do passado. Lá se vão quase 5 anos.

Eu pessoalmente até acredito que Felipão tem uma marca registrada na firmeza de comendar o elenco e motivar seus jogadores e com isso superar um desenvolvimento técnico-tático mais atual. No entanto não posso esconder o fato de que o futebol brasileiro está em decadência em relação ao que vem sendo praticado na Europa.

A Argentina já percebeu essa realidade e está trabalhando para levar Guardiola (47 anos) para comandar sua seleção. Nessa direção é que entendo que deveria partir o Palmeiras. Buscar treinadores mais jovens e mais familiarizados com o futebol moderno, com táticas e jogadas velozes; com funções diversificadas, que não se prendem mais a pontas, centro-avantes, volantes e outras posições antigas.

Nesse recorte há um novo viés do futebol, que, sinceramente, não acredito que Felipão esteja atualizado com esses “protocolos”. Não adianta o Palmeiras ficar contratando seguidamente, se não há um projeto técnico adequado para viver uma nova fase e de transição do nosso futebol.

Marcado como

Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background