Governo do Estado alerta tendência de piora para região de Bauru quanto a índices da pandemia

Escrito por em 04/06/2020

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (3) o primeiro balanço de avaliações de taxas de capacidade hospitalar e avanço do contágio por coronavírus do Plano São Paulo para retomada consciente da economia. Os critérios de saúde dos últimos sete dias mostram tendências de melhora ou piora para 17 áreas de saúde em todo o Estado.

Os indicadores de cada Departamento Regional de Saúde determinam cinco possíveis fases de reabertura de atividades econômicas não essenciais. Os critérios são: média da taxa de ocupação de leitos de tratamento intensivo para COVID-19; número de leitos UTI COVID-19 por 100 mil habitantes; e taxas de acréscimo ou decréscimo de casos confirmados, internações e mortes pela doença na comparação com a semana anterior. A tendência semanal também foi de melhora nas regiões da Baixada Santista, Taubaté e Registro, enquanto o viés de piora foi verificado nas áreas de Bauru e Barretos. Por enquanto, não há alteração nas classificações de quarentena. Na próxima semana, o Governo de São Paulo vai divulgar um novo balanço do plano com a possibilidade de reclassificação das regiões.

Bauru

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que o Hospital Estadual de Bauru atingiu 100% de ocupação dos leitos públicos para a Covid-19 nesta quarta-feira (3). Além da UTI lotada, a enfermaria também chegou bem perto da saturação atingindo a marca de 90%.
De acordo com o comunicado do Estado, o HE segue com 60 leitos destinados à Covid-19, sendo 29 de UTI e 31 de enfermaria. Até ontem os dados apontavam que haviam 34 pacientes adultos com suspeitas ou confirmados na UTI e outros 38 pacientes na enfermaria.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]