Greve dos Correios segue sem previsão de acordo

Escrito por em 19/08/2020

Segue em todo o país, a greve dos funcionários dos Correios, iniciada na última terça-feira e sem previsão de um acordo entre a empresa e funcionários. As queixas dos funcionários estão voltadas principalmente a revogação do acordo coletivo da categoria, que estaria em vigência até 2021, além da falta de fornecimento de equipamentos de proteção individual durante a pandemia e a contrariedade da privatização da estatal.
O vice-presidente da Associação dos Profissionais dos Correios, Marcos César Alves Silva, afirma que a luta não é por reajuste salarial, mas sim, pela retirada de direitos.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Bauru e Região, apenas em Bauru, a empresa emprega mais de 1.100 funcionários e, a greve afetou o transporte de encomendas e correspondências, no setor operacional da empresa, conforme explica o presidente da Federação Interestadual dos Trabalhadores dos Correios, José Aparecido Gimenez Gândara.

De acordo com os representantes dos empregados, setenta das 79 cláusulas do acordo coletivo foram retiradas pela empresa.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]