Incêndio na Austrália: governo ordena retirada de 240 mil pessoas

Escrito por em 11/01/2020

As autoridades australianas enviaram, nesta sexta-feira (10), mensagens de celular a 240 mil pessoas no estado de Victoria recomendando-lhes que estejam prontas para fugir da sua área de residência “assim que recebam a ordem”. Apesar de as previsões apontarem para uma queda do vento, a partir de sábado (11), as autoridades antecipam que as próximas horas serão “muito, muito complicadas”.

As populações de regiões de alto risco, em Nova Gales do Sul e Austrália do Sul, foram igualmente notificadas para pensarem em abandonar as suas casas, mas não foi revelado quantas pessoas receberam a mensagem.

Shereen e Kim Green, proprietários de três casas e de 50 cabeças de gado nos arredores da cidade costeira de Éden, na Nova Gales do Sul, foram entrevistados enquanto enchiam um tanque com capacidade para mil litros de água.

Atrás deles, o horizonte era só fumaça, enquanto o ar em torno ficava carregado de cinzas empurradas pelos ventos fortes.

“Isto é para apagar focos de incêndio e vamos ficar a pé a noite toda para proteger a nossa propriedade”, explicou Shereen, enquanto o seu veículo estremecia sob as rajadas de vento. “Estamos a aproveitar a oportunidade enquanto podemos”.

Em Éden, o nível de alerta subiu para atenção e ação na noite de sexta-feira. Sob uma torre de vigia, Robyn Malcom, outro residente, garantiu que “se tudo correr mal, vamos correr para o porto e embarcamos num barco”.

Aos jornalistas, o primeiro-ministro, Scott Morrison, revelou que os militares estão de prontidão para agir no terreno, caso as condições de eclosão de incêndio se tornem extremas, sob altas temperaturas e ventos erráticos.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Reuters/Divulgação


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]