Internação em alta leva SP a reclassificar quarentena na sexta-feira

Escrito por em 13/01/2021

O governo de São Paulo anunciou que fará uma nova reclassificação do seu plano de flexibilização da quarentena nesta sexta-feira (15). A medida será tomada uma semana após o Centro de Contingência manter a maior parte do estado no fase amarela, que é considerada intermediária. A princípio, a reavaliação estava prevista apenas para o dia 5 de fevereiro, mas foi antecipada.

“Nos últimos dias, observamos que continuamos com a tendência (de aumento de casos) e seria necessário antecipar a reclassificação anunciada na sexta-feira para algumas regiões do estado. Nós temos hoje uma situação que ainda não está definida”, afirmou Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência.

Na semana passada, o governo de São Paulo mudou as regras da quarentena no estado para evitar que regiões do estado avançassem para faseamentos mais flexíveis. Com as novas regras, para que regiões possam ir para a fase verde, a mais flexível do Plano SP, será necessário ter 30 internações por 100 mil habitantes e 3 óbitos pro 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Antes, o critério utilizado era de 40 internações e 5 óbitos por 100 mil habitantes.

Um dos critérios, segundo o Centro de Contingência, é a taxa de ocupação hospitalar. Caso atinja 70%, a região já se encaixaria na fase laranja do plano de retomada econômica, ou seja, passa a ter mais restrições. Segundo último boletim da Secretaria de Saúde, a Grande São Paulo tem 67,7% das UTIs ocupadas por pacientes com Covid-19. Em todo o estado, a taxa é um pouco menor: 65,4%. Em novembro, lembrou o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, a ocupação estava em 40%.

Na segunda semana epidemiológica do ano, afirma Gorinchteyn, São Paulo registrou 15.227 novos casos e 323 óbitos por Covid. A média móvel dos casos nos útimos cinco dias está acima dos 10 mil e, de mortes, acima de 200.

Fonte: O Globo


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]