Justiça analisa prisão preventiva do padre acusado de atropelar suspeito de furto

Escrito por em 10/05/2022

A Polícia Civil de Santa Cruz do Rio Pardo solicitou a prisão temporária do frei Gustavo Trindade dos Santos, de 37 anos, pelo atropelamento de um homem que teria furtado peças de roupas da paróquia de São Sebastião, em Santa Cruz do Rio Pardo, no último sábado (07/05).

O carro envolvido, que pertence à Diocese de Ourinhos, foi encontrado pela Polícia nesta terça-feira (10/05). Apesar do pedido de prisão contra o padre, que vai responder por tentativa de homicídio e omissão de socorro, o Ministério Público vai recomendar o indeferimento da solicitação. A Justiça vai analisar o pedido e ainda não há ordem de prisão contra o religioso.

O homem atropelado, Ângelo Marcos dos Santos Nogueira, de 40 anos, segue internado na Santa Casa de Santa Cruz do Rio Pardo. Ele foi submetido a uma cirurgia, ainda no fim de semana, e segue na UTI.

A Diocese de Ourinhos, responsável pela paróquia de Santa Cruz do Rio Pardo, alega que frei Gustavo Trindade dos Santos, de 37 anos, “foi afastado de suas funções religiosas e se encontra disponível para livremente cooperar com a Justiça”. Ainda nesta terça-feira, (10/05), o padre ainda não havia sido encontrado.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]