Justiça concede liminar suspendendo verba para Liga das Escolas de Samba em Bauru

Por on 13 de fevereiro de 2020

O juizado da primeira Vara da Fazenda Pública de Bauru deferiu, nesta quinta-feira (13), o pedido para suspensão do repasse de R$ 753 mil por parte da Prefeitura de Bauru, através da Secretaria Municipal de Cultura, para o Carnaval 2020 na cidade. O pedido foi impetrado por Abner Isidoro, coordenador regional do Podemos.

Segundo o Ministério Público, a administração municipal deveria ter feito chamamento público, a fim de definir qual entidade faria o gerenciamento do recursos, estimados em R$ 488 mil, destinados aos blocos e escolas de samba. Conforme a decisão, proferida pela juíza Ana Graça Lima Aiello, a prefeitura deve reaver o valor encaminhado à recém-criada Liga das Escolas de Samba (Liesb). Ainda conforme a decisão, a organização do Carnaval deve, por lei, ser semelhante aos anos anteriores.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Negócios Jurídicos, informa que vai recorrer. Em nota, o governo municipal diz lamentar a decisão, alega que o processo ocorreu de forma transparente, desde o início e que enviará todos os esforços, contando com o apoio da Liga das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Bauru, para evitar o cancelamento da festa popular.


Comentários
  1. Maracy   EM   14 de fevereiro de 2020 at 19:35

    Um absurdo aplicar toda está verba no carnaval com tanta providência pra tomar na cidade Cada agremiação que obtenha renda faça festas corram atrás do dinheiro para se sustentarem. Quanta coisa poderiam ser feitas na periferia que sofre tanto.Carnaval não é prioridade.Uma vergonha. Como fazer a população acreditar em sua cidade com está troca de valores. Estou decepcionada

  2. Jean   EM   15 de fevereiro de 2020 at 15:48

    Pessoas sofrendo nas filas de UPAs deveriam se levantar contra esse desperdício. Outros vão pro sambódromo festejar e depois reclamam que faltam recursos pra saúde. Legal não significa moral.

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Continue lendo

Current track
Title
Artist

Background