Justiça nega pedido do município para aumento escalonado da alíquota previdenciária

Escrito por em 10/03/2021

A Justiça Federal julgou o mandado de segurança impetrado pela Prefeitura de Bauru e Fundação de Previdência dos Servidores Públicos Municipais (Funprev), na tarde desta terça-feira (9), e rejeitou o pedido do município para manter a validade da lei aprovada no ano passado. A medida manteria o reajuste escalonado da alíquota previdenciária dos servidores municipais. A União exige que o aumento da alíquota de 11% para 14% ocorra de imediato. Acompanhe com o repórter Gabriel Pelosi.

Em 2020, o montante recebido pela prefeitura em verbas da União foi de 227 milhões e 200 mil reais.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]