Mais de vinte entidades em Bauru já estão mobilizadas para greve geral desta sexta-feira

Por on 12 de junho de 2019

Centrais sindicais de todo o país estão convocando trabalhadores de diversas categorias para uma greve geral nesta sexta-feira (14) contra o governo Jair Bolsonaro. As reivindicações têm o objetivo principal em protestar contra a reforma da Previdência.

Aqui em Bauru, também faz parte das reivindicações pedir o fim do contingenciamento na educação, além de melhores condições de trabalho aos professores.

De acordo com a dirigente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), em Bauru, Suzi da Silva, há falta de investimento na Educação e os professores estão adoecendo nas salas de aula.

Ainda segundo a dirigente da Apeoesp, a greve geral vai abrir espaço para que a classe dos professores também reivindique contra o Governado do Estado, já que não foi negociado a reposição da perda da inflação com a categoria.

Além dos professores do Estado, mais de 20 entidades estão mobilizadas para a greve geral desta sexta-feira. A paralisação contra a Reforma da Previdência e os cortes na educação reunirá centrais sindicais, sindicatos, entidades e a população em geral. Docentes e estudantes da Unesp também confirmaram presença na paralisação.

Acompanhe na reportagem de Gabriel Pelosi.

Nesta quinta-feira (13), será realizada na Unesp uma palestra gratuita sobre a Reforma da Previdência, como parte do calendário da mobilização.

Em Bauru, a greve geral está marcada a partir das 9h, desta sexta-feira (14), em frente a Câmara Municipal.


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background