Mão de obra mais barata com reeducandos faz prefeitura desistir de contratar concursados

Escrito por em 07/12/2021

Após a permissão para o retorno da utilização da mão de obra de reeducandos nos serviços de zeladoria no município, a prefeitura abriu mão da convocação dos aprovados no processo seletivo para contratação temporária de auxiliar de serviços gerais.

No início do mês de julho, a prefeitura de Bauru anunciou a contratação por seis meses, de 215 trabalhadores para a função. No total, mais de 3 mil pessoas participaram do processo seletivo.

Mais informações com Emerson Luiz.

Além da prefeitura, a Emdurb também contrata a mão de obra dos reeducandos. No diário oficial do último dia 4, a empresa municipal publicou o extrato da contratação de mão de obra carcerária, no valor total de pouco mais de 556 MIL REAIS.


Opnião dos Leitores
  1. Maria Madalena Tovar Reghini   Em   07/12/2021 em 16:09

    Mais se ela abriu e realizou o concurso creio que ela não pode fazer isto , me parece calote para pegar dinheiro do povo , se ela ia comprar a mão de obra carcerária ela não devia ter feito o concurso , me parece que existe uma porcentagem de contratação destes cidadãos, creio que os concursados devem procurar seus direitos

  2. André Cunha   Em   07/12/2021 em 21:26

    certíssima a prefeitura, contratar funcionário para que se temos a opção mais barata ? se contratar funcionários em 6 meses o mesmo já vai estar afastado por LER/DORT, irá no SINSERM reclamar de acumulo de função ou vai arrumar um vereador para acertar uma “boquinha lá dentro” da prefeitura, vai fazer greve todo ano, ou seja, vai entrar no ritmo “prefeitura de ser”

  3. Joao Costa   Em   08/12/2021 em 10:56

    No caso em questão é Processo Seletivo Simplificado, apenas 6 meses de trabalho, sem estabilidade, um dinheiro que iria salvar o ano de quem está desempregado e não tem o que comer em casa. Mas no Brasil bandidos tem mais direitos do que o cidadão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]