Meira denuncia superfaturamento em compra de terreno para o MCMV

Escrito por em 10/09/2021

A negociação de uma área entre 2013 e 2014, na região do Núcleo Habitacional José Regino, em Bauru, para ser transformada em habitações populares do Minha Casa Minha Vida pode ter sido superfaturada. A denúncia foi feita pelo vereador Coronel Meira e apresentada por ele ao Ministério Público Federal.

Segundo Meira, a construtora CasaAlta teria comprado uma área de 30 mil metros quadrados, que pertencia à sociedade beneficente Enéas de Carvalho Aguiar, por 380 mil reais. Meses depois, a empresa teria vendido uma parte dessa gleba à Caixa Econômica Federal por R$1.730.000,00. A Caixa construiria naquele local o Residencial Ypês por meio do programa habitacional.

Meira acredita ainda que a supervalorização da área pode ter impactado no valor final de cada imóvel comercializado no local.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]