Meira reafirma boicote de servidores da SEPLAN; Prefeitura nega

Escrito por em 21/07/2022

Vereador Coronel Meira voltou a afirmar a existência de um boicote dentro da Secretaria de Planejamento, quando o assunto é a liberação de projetos.

Segundo o parlamentar, os prazos para liberação de projetos, alcançam até quatro meses, prejudicando uma cadeia de pessoas, até a própria prefeitura, que deixa de arrecadar com as obras.

Coronel Meira também citou outras duas ocorrências. A primeira delas em um dos distritos industriais, enquanto a segunda, em obra de contrapartida ao município.

A Secretaria do Planejamento informou em nota, que não há qualquer boicote por parte dos servidores, mas sim uma demanda crescente de projetos e pedidos de alvarás, graças ao crescimento econômico da cidade. Seguiu afirmando que ‘atualmente existem gargalos na emissão de alvarás e habite-se e, para amenizar o problema, a Seplan está reforçando o quadro de servidores, com a contratação de uma arquiteta para atuar na Divisão de Aprovação de Projetos. Além disso, a pasta está trabalhando no sentido de que todos analistas possam emitir alvarás, o que depende de análise da Secretaria da Administração. A pasta ainda segue em tratativas com a empresa que cuida do Aprova Digital, para viabilizar os alvarás automáticos auto declaratórios. Em relação à avenida Afonso José Aiello, a Seplan informa que todo o alargamento da via se dará sobre área pública, que pertence à Prefeitura de Bauru, portanto, sem necessidade de desapropriação.’.

Saiba mais:


Opnião dos Leitores
  1. André Cunha   Em   21/07/2022 em 19:24

    o maior gargalo de Bauru é a SEPLAN, simplesmente atrasa a cidade, mas os servidores não estão preocupados, o deles todo dia 1° de cada mês pinga em suas contas bancarias, o resto da cidade que se dane.

  2. Marina F.   Em   21/07/2022 em 21:35

    Essa nova arquiteta irá resolver todos os problemas da Divisão de Aprovação de Projetos? Nem se for mágica… Que piada essa Secretaria! Essa coitada que está entrando vai ter que fazer o trabalho dela e dos demais, que estão de licença médica, férias, gravidez e por aí vai.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]