Ministério Público quer apurar critério usado para reajuste da tarifa de ônibus em Bauru

Escrito por em 13/02/2020

O Ministério Público Estadual vai apurar se o valor da tarifa do transporte coletivo urbano em Bauru é adequado. Técnicos do órgão estiveram reunidos com membros da Comissão de Transportes da Câmara e detalharam como deve ser a metodologia de trabalho conduzida pelo promotor Libório Nascimento. No ano passado, o prefeito Clodoaldo Gazzetta autorizou aumento de cerca de 10% na passagem de ônibus em Bauru. Segundo o presidente da Comissão, o vereador Manoel Losila, a promotoria vai averiguar, a partir do balanço contábil das duas empresas concessionárias que exploram o serviço, se a margem de lucro comporta eventual redução da tarifa, garantindo a manutenção do equilíbrio do contrato.

Estudo da consultoria administrativo-financeira da Câmara apontou que o valor da tarifa poderia ser estabelecido em R$3,64 – inferior, inclusive, aos R$3,80 que eram cobrados antes do último aumento. Atualmente, a tarifa está em R$4,25. Além disso, as reuniões da Comissão levantaram questionamentos sobre a legalidade do reajuste já que o Conselho Municipal dos Usuários do Transporte Coletivo não está formado e, portanto, não se manifestou sobre o processo.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]