MP abre inquérito para investigar coleta de lixo hospitalar em Bauru

Por on 18 de julho de 2018

A Promotoria de Defesa da Cidadania e do Patrimônio Público abriu processo para investigar o contrato de coleta de resíduos de serviços de saúde celebrado entre a Prefeitura de Bauru e a Emdurb e a posterior quarteirização com preços menores por parte da empresa municipal.

O caso foi denunciado pela 94 FM e chegou a ter uma proposta de abertura de CEI na Câmara Municipal na semana passada. De acordo com Fernando Masseli Helene, promotor responsável pela abertura do processo, as investigações estão em fase preliminar e análise de documentos. Ouça abaixo?:

A contratação dos serviços junto à Emdurb foi feita em Dezembro do ano passado ao custo de R$ 6,59 por Kg de resíduo coletado e destinado. A Emdurb contratou o mesmo serviços pelo valor de R$ 2,57.

O Secretário Municipal de Negócios Jurídicos, Antônio Carlos Garms, afirma que a própria Prefeitura tomou a iniciativa de encaminhar ao Ministério Público e à Câmara, a cópia do processo de serviço da coleta de lixo hospitalar para demostrar a lisura do procedimento.

Garms afirma que não houve prejuízo ao município e nem vantagem para a Emdurb em relação a contratação da empresa Cheiro Verde Ambiental. O secretário jurídico conversou com a repórter Rosana Poli. Ouça abaixo:

O problema nesse processo são os valores pagos referentes a coleta do lixo hospitalar, ou seja, se a prefeitura paga para a Emdurb R$6,59 por quilo de lixo hospitalar coletado, porque a empresa estaria pagando à terceirizada, R$2,70 pelo mesmo serviço?

Toninho Garms esclarece que a Emdurb é uma empresa, historicamente deficitária e que o dinheiro a mais é para compensar o caixa da empresa. Ouça abaixo:

Lembrando que a Secretaria de Saúde já abriu um processo de licitação para a contratação do serviço de coleta de lixo hospitalar na cidade. Garms disse que quando for concluído esse processo pela Saúde, a Prefeitura irá revogar o contrato com a Emdurb.

A empresa Cheiro Verde Ambiental é responsável pela coleta, transporte e destinação do lixo hospitalar e está atuando desde fevereiro deste ano.

Foto ilustrativa. Reprodução: www.cetesambiental.com.br


Comentários

Escreva um Comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*



Current track
Title
Artist

Background