Mulher encontra cobra em prateleira de supermercado na Austrália

Escrito por em 26/08/2021

Helaina Alati estava passeando pelo corredor de temperos de um supermercado na Austrália quando se deparou com uma enorme cobra.

A cabeça da píton-diamante não venenosa de 3 metros de comprimento surgiu de um vão em uma prateleira acima dos potes de especiarias em uma loja em Sydney.

“Eu estava no corredor de temperos apenas procurando algo para colocar no meu frango naquela noite, então eu não a vi inicialmente, porque ela estava enrolada atrás dos pequenos potes”, disse Alati nesta quarta-feira (18). “Eu meio que virei para a direita e ela colocou a cabeça para fora.”

Alati, que coincidentemente é uma caçadora de cobras treinada, disse que a cabeça da cobra ficou a menos de 20 centímetros da sua.

“Felizmente, tenho experiência em cobras, então fiquei bem calma. Definitivamente me chocou um pouco, porque eu não estava esperando por isso”, acrescentou.

A rede de supermercados Woolworths confirmou em um comunicado que um “cliente escorregadio e raro foi avistado no corredor de temperos” na manhã de segunda-feira em sua loja no subúrbio de Glenorie, na periferia noroeste de Sydney.

“Assim que ele foi avistado, os membros da nossa equipe reagiram com rapidez e calma para isolar a área para a segurança dos clientes”, disse o comunicado.

Alati usou seu telefone para filmar a cobra enquanto ela estendia seu corpo da prateleira para o corredor, antes de denunciar o intruso ao pessoal do supermercado.

Imagem: Helaina Alati via AP

“Eu disse: ‘Vou pegar minha bolsa de cobra’. Acho que eles pensaram que eu era um pouco louca, para ser honesta. Eu não acho que eles sabiam o que responder quando eu disse que havia uma píton de 3 metros em seu corredor”, disse Alati.

Ela buscou a bolsa de captura de cobras em sua casa, que fica próxima, e pegou a cobra, que já havia recuado de volta para a prateleira. Ela então a libertou em uma floresta nas proximidades.

Não está claro como ou quando a cobra entrou no supermercado.

Alati, que foi treinada para pegar cobras venosas quando era uma voluntária que trabalhava para uma organização de resgate da vida selvagem de Sydney há vários anos, suspeita que a cobra era um macho procurando uma companheira.

“Eu soube imediatamente que não era venenosa, não era agressiva, não seria um problema para ninguém”, disse Alati.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]