Munícipe entra com pedido de abertura de comissão processante contra Chiara Ranieri

Escrito por em 29/12/2021

Foi protocolado na última segunda-feira, na Câmara Municipal, um pedido de abertura de comissão processante contra a vereadora Chiara Ranieri. O pedido acusa a parlamentar de improbidade administrativa porque ela seria proprietária de um imóvel locado pela prefeitura, o que não é permitido pela Lei Orgânica do Município. O pedido é assinado pelo munícipe Matías Muniz, que também protocolou a denúncia contra Chiara junto ao Ministério Público Estadual.

Em nota, a vereadora Chiara Ranieri informou que recebeu com perplexidade o pedido de abertura de Comissão Processante. Explicou que a acusação se refere a locação de um imóvel onde funciona desde o ano 2000 o Promai. À época da locação, o imóvel pertencia ao pai de Chiara, Dudu Ranieri. Posteriormente, em 2010, passou à empresa Ranieri Gestora de Ativos, cuja gestão é de Marli Ranieri, mãe de Chiara. A nota explica ainda que foi solicitado um parecer jurídico para comprovar a lisura do referido contrato e confirmar que nenhuma irregularidade foi cometida. Ainda por meio da nota, Chiara afirma que os responsáveis por essas acusações serão interpelados pela Justiça.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]